Igreja dos Humildes: pastores são presos por cultivo de maconha para tratamento dos fiéis

 "Posso ser preso diversas vezes, mas quando eu me soltar vou voltar a plantar a maconha, que é uma erva santa”, disse um dos pastores ao ser preso pela segunda vez pelo mesmo motivo



Dois pastores, pai e filho, foram presos na nesta segunda-feira (4) em Maceió por cultivo de maconha.

Manoel Batista da Silva, de 50 anos, e o filho, Lucas Batista da Silva, de 25, dizem ser pastores da Igreja dos Humildes e alegam que a erva é usada de forma medicinal para tratamento de fiéis doentes.

Na igreja, localizado no bairro do Benedito Bentes, na capital alagoana, foram apreendidas 12 plantas e 20 mudas de maconha natural. Um terceiro homem, que seria fiel da igreja, também foi preso em flagrante. A polícia atendeu a uma denúncia anônima e diz ter encontrado os homens cultivando e fumando maconha.

Ao ser preso, Manoel Batista foi enfático ao defender o uso da maconha pela igreja. “Posso ser preso diversas vezes, mas quando eu me soltar vou voltar a plantar a maconha, que é uma erva santa”.

Recorrente
Essa não é a primeira vez que os pastores são presos. Em 2018, pai e filho já haviam sido detidos pelo mesmo crime. À época, a polícia apreendeu 50 pés de maconha, que seria equivalente à 15 quilos da erva.

Com informações dos portais G1 e Alagoas 24 horas

Igreja dos Humildes: pastores são presos por cultivo de maconha para tratamento dos fiéis Igreja dos Humildes: pastores são presos por cultivo de maconha para tratamento dos fiéis Reviewed by Ednaldo Júnior on 06:46 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade