Ultimas Postagens
.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Ano novo e problemas antigos



De acordo com o famoso Dicionário de Epidemiologia Last, a expressão saúde pública é definida como "um dos esforços organizados pela sociedade (e provido pelo poder público) para proteger, promover e restaurar a saúde de populações.” Contudo, este conceito está mais para antônimo do que sinônimo dessa expressão dado o malfadado gerenciamento da Secretaria Municipal de Saúde de Paulo Afonso.

A mania de prevalência do secretário de saúde, Luiz Aureliano, coloca em xeque o poder de decisão do gestor municipal, pois foram muitas até agora as medidas impopulares e irregulares tomadas pelo secretário sem que, no entanto, o prefeito esboçasse qualquer reação contrária às decisões do “seu” subordinado.

Filas quilométricas nos postos de saúde, profissionais arrogantes, falta de material nos PSFs (seringas, agulhas, etc.), além da falta de remédios foram alguns dos itens que caracterizaram a saúde pública municipal no ano passado com especial destaque ao fechamento da maternidade do Hospital Municipal de Paulo Afonso

Um ano marcado pelo falta de estrutura na prestação de serviços públicos de saúde, 2011 não deixou o mínimo de saudade aos munícipes pauloafonsinos.

Alheio a todos esses problemas, o secretário de saúde canta de galo e ironiza o sofrimento das pessoas que necessitam dos lastimáveis serviços prestados pela pasta por ele gerenciada.

O ano é novo, mas os problemas da saúde pública do município continuam os mesmos, pois mal começou 2012 e um turbilhão de reclamações dos usuários dos serviços públicos de saúde já ecoam por toda a cidade dada tamanha iniqüidade no setor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Traduzido Por: Mais Template - Designed By