Coronavírus sobrevive até 3 dias em materiais como aço e plástico, aponta estudo

Cuidados com coleta domiciliar e seletiva devem ser redobrados, orienta Semarh


Texto de Marcio Chagas
A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) fez com que a população passasse a modificar e reforçar hábitos de limpeza. Além de o cuidado na hora de higienizar as mãos, a forma de se descartar resíduos também merece uma atenção especial no enfrentamento desta pandemia. 
O G1 trouxe um estudo publicado na última terça-feira (17) na revista cientifica "New England Journal of Medicine" onde afirma que o coronavírus, responsável pela doença Covid-19, consegue sobreviver até três dias em algumas superfícies, como plástico e aço. Pensando nisso, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) separou algumas recomendações que devem ser utilizadas na hora de se fazer o descarte de forma correta.
“Neste momento, também precisamos pensar nos trabalhadores que estão recebendo e retirando os resíduos de nossas casas, para evitar contaminação dessas pessoas e seguir no enfrentamento a essa pandemia”, destacou o secretário do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Fernando Pereira.
O estudo feito por cientistas dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), da Universidade da Califórnia, de Los Angeles, avaliou a resistência do vírus em cinco materiais diferentes, onde mostraram que a Covid-19 fica mais estável em plástico e aço inoxidável, produtos comumente utilizados por toda a população.
Por isso, na hora de fazer o descarte desses materiais, é importante seguir algumas recomendações, como esclarece a coordenadora de resíduos sólidos da Semarh, Elaine Melo. “Na coleta regular, a população pode auxiliar os trabalhadores que realizam esse serviço, destinando o seu resíduo de forma mais segura, colocando em sacos mais resistentes, inclusive, em mais de um saco, de preferência com lacre, e não enchendo em sua totalidade, garantindo, assim, a diminuição da chance de contágio”.
Materiais testados:
Aço inoxidável: 72 horas
Plástico: 72 horas
Papelão: 24 horas
Cobre: 4 horas
Aerossolizada/Poeiras: 40 minutos a 2 horas 30 minutos.
Coronavírus sobrevive até 3 dias em materiais como aço e plástico, aponta estudo Coronavírus sobrevive até 3 dias em materiais como aço e plástico, aponta estudo Reviewed by Ednaldo Júnior on 16:01 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade