BOLSONARISTA É CONDENADO A INDENIZAR JEAN WYLLYS COM R$ 41 MIL POR ‘FAKE NEWS’


O empresário Otávio Fakhoury foi condenado a pagar R$ 41,8 mil por ter divulgado notícia falsa sobre o ex-deputado federal Jean Wyllys (PSOL). A decisão é da juíza Mônica de Paula Baptista, do 5º Juizado Especial Cível do Rio de Janeiro.
Em maio, Wyllys entrou com ações judiciais no Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) contra uma série de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro – incluindo Fakhoury – e seus filhos Carlos e Eduardo Bolsonaro.
Jean, que deixou o Brasil em 2019, após ser vítima de ameaças de morte, afirma ter sido alvo de uma campanha difamatória que se utilizou de informações falsas para associá-lo a Adélio Bispo, que deu uma facada no presidente durante campanha eleitoral de 2018.
Ao Sonar, o empresário informou que irá recorrer da decisão, uma vez que apenas republicou o conteúdo de outro usuário, atribuindo autoria a ele, e não teria feito feito juízo de valor sobre o episódio.
Fakhoury foi condenado ao pagamento do montante, acrescido de correção monetária, a contar do dia em que a sentença foi proferida, com juros de 1% ao mês. O empresário também terá que fazer uma retratação pública nas mesmas redes sociais em que compartilhou conteúdos sobre uma suposta relação entre Wyllys e Bispo, considerada inexistente no inquérito da Polícia Federal (PF) que apura o atentado. O descumprimento da decisão acarreta uma multa diária de R$ 10 mil.
BOLSONARISTA É CONDENADO A INDENIZAR JEAN WYLLYS COM R$ 41 MIL POR ‘FAKE NEWS’ BOLSONARISTA É CONDENADO A INDENIZAR JEAN WYLLYS COM R$ 41 MIL POR ‘FAKE NEWS’ Reviewed by Ednaldo Júnior on 18:41 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade