“Faria Limers” se articulam para colocar Rodrigo Maia como ministro do governo Bolsonaro

Reduto de bolsonaristas endinheirados da capital paulista trabalham para que Rodrigo Maia faça parte do governo. Deputado ocupa a presidência da Câmara desde 14 de julho de 2016, quando Eduardo Cunha renunciou ao mandato logo após o golpe contra Dilma Rousseff


Alçado à presidência da Câmara dos Deputados logo após o golpe contra Dilma Rousseff (PT), Rodrigo Maia (DEM-RJ) pode sair do cargo direto para um gabinete ministerial no governo Jair Bolsonaro, caso os desejos dos chamados “Faria Limers” – universo bolsonarista abastado e preconceituoso da capital paulista que virou alvo de escracho como capa da Veja SP – se concretizem.

Segundo a coluna de Lauro Jardim, no jornal O Globo deste domingo (18), está em curso uma articulação entre ministros do próprio governo e “gente da Avenida Faria Lima” para que Maia ocupe um ministério quando terminar seu mandato na presidência da Câmara.

No cargo desde 14 de julho de 2016, quando assumiu o lugar de Eduardo Cunha (ex-MDB) que renunciou antes de ser preso, Maia já tem um mandato mais extenso do que o de cargos eletivos no Brasil, cuja duração é de quatro anos e ainda manobra para tentar permanecer à frente da casa legislativa.

Segundo o colunista d’O Globo, Bolsonaro estaria consciente da articulação, que enfrenta várias obstáculos, incluindo os filhos e seguidores mais radicais do presidente.

Maia entraria em uma já planejada reforma ministerial, que deve ocorrer no início de 2021 e deve colocar para fora do governo os ministros Onyx Lorenzoni (Cidadania), Marcelo Álvaro Antonio (Turismo) e Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional).

“Faria Limers” se articulam para colocar Rodrigo Maia como ministro do governo Bolsonaro “Faria Limers” se articulam para colocar Rodrigo Maia como ministro do governo Bolsonaro Reviewed by Ednaldo Júnior on 09:23 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade