Rui cogita entrar no STF para compra de vacina: ‘Não podemos ser os últimos’

 

Governador voltou a criticar a demora da Anvisa em aprovar a liberação dos imunizantes no país





O governador Rui Costa (PT) afirmou nesta quarta-feira (13) que vai avaliar com a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) para solicitar ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma liminar de autorização para a compra emergencial de vacinas contra a Covid-19. Rui também voltou a criticar a demora da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em aprovar a liberação dos imunizantes para tratar da doença.

“Em relação à compra de vacinas, nós temos um contrato prévio feito há quase um ano, feito com o instituto que produziu a vacina russa. Nesse protocolo, a gente tem lá a garantia de compra antecipada e fornecimento rápido da vacina. E nós já exercemos esse direito. Já mandei correspondências e eles têm condições de rapidamente entregar a vacina aqui na Bahia em uma quantidade que não é expressiva no ponto de vista da população em geral, mas é expressiva do ponto de vista do público alvo, especialmente os profissionais de saúde e segurança, integralmente. Então, eu teria condições de começar a vacinação em no máximo uma semana ou até dez dias. Mas eu preciso para efetivar a compra, de autorização da Anvisa”, disse, ressaltando o encontro com o Procurador do Estado.

“Vou ter uma reunião hoje com o procurador-geral do Estado e, eventualmente, vou pedir a ele que entre em contato com o procurador-geral da República, ou a gente analise entrar com uma ação no STF pedindo uma autorização judicial excepcional para compra emergencial da vacina e a aplicação”, disse o governador, que voltou a criticar a demora pela liberação dos imunizantes.

“Não é possível, não é aceitável e não é tolerável esse prolongamento artificial que o governo federal e a Anvisa estão fazendo do início da vacinação no Brasil. Não podemos ser o último país no mundo a começar a vacinar, as pessoas estão morrendo. De ontem para hoje, nos EUA bateu o recorde desde o início da pandemia com 4.500 mortes, a Alemanha também está batendo recorde de mortes. O Brasil já voltou as 1000 mortes por dia. As pessoas do governo federal precisam ter o mínimo de sensibilidade com a vida humana. Vou sentar com o procurador do estado e analisar as possibilidades e chances jurídicas de entrar com uma ação pedindo esse respaldo judicial para efetuar a compra e quem sabe daqui a dez ou 15 dias a gente iniciar a vacinação. Eu só preciso disso, da vacina estar aqui na Bahia.”, pontuou.

Sobre qual vacina espera comprar para iniciar a vacinação da população, o governador disse que espera contar com a vacina Sputnik V, que poderá ser fabricada em um laboratório de Brasília. No entanto, inicialmente, ela será exportada para países sul-americanos, enquanto não é liberada pela Anvisa no Brasil.

“Com a vacina Russa eu teria condição de iniciar rapidamente. É a vacina, que das disponíveis, que pode ter volume e vai ser trazida para o Brasil com a parceria empresarial que a Rússia fez para produzir em Brasília, onde tem um laboratório e vai distribuir para o Brasil inteiro. Eles vão começar a produzir essa semana. Então, não faz nenhum sentido você ter um volume, até onde eu sei, a capacidade de produção é de 1 milhão de doses/dia, como é que vai ficar sem vacina no Brasil e nós vamos mandar para outros países e não vamos vacinar o povo brasileiro? Chega de fazer política com a vida humana. É preciso cuidar da saúde pública. Esse é o apelo que a gente faz em nome do povo baiano. Vamos avaliar com a PGE e tentar conseguir uma liminar para ter o amparo legal, pois por mais indignado que eu esteja, não posso sozinho tomar uma decisão dessa”, completou o governador.

Rui cogita entrar no STF para compra de vacina: ‘Não podemos ser os últimos’ Rui cogita entrar no STF para compra de vacina: ‘Não podemos ser os últimos’ Reviewed by Ednaldo Júnior on 14:56 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade