Novo pico em casos pega profissionais de saúde esgotados e desamparados

 

Um projeto oferece sessões de aconselhamento psicológico gratuito online a mais de 640 profissionais de saúde de todo o país.


O pico de novos casos de covid-19 por enquanto não tem, segundo indícios iniciais, levado a um aumento na mortalidade. Mas a doença avança diante de equipes de saúde esgotadas, fragilizadas e desesperançosas com os rumos da pandemia, segundo dizem pesquisadores, psiquiatras e especialistas que acompanham esses profissionais da saúde desde os primórdios da batalha contra o coronavírus, em março de 2020. É também o que dizem os próprios profissionais.

"O que temos escutado é que existe uma grande sensação de exaustão - de profissionais de saúde dizendo 'não é possível. Vou ter que tirar férias, não vou aguentar', ao verem as emergências cheias novamente", diz à BBC News Brasil o psiquiatra Helian Nunes, um dos idealizadores do projeto Telepan Saúde, que desde o início da pandemia oferece sessões de aconselhamento psicológico gratuito online a mais de 640 profissionais de saúde de todo o país.

Há cerca de 200 pacientes ainda sendo acompanhados pelo Telepan (uma parceria da Universidade Federal de Minas Gerais com a Associação Brasileira de Neuropsiquiatria), alguns deles com sintomas de estresse pós-traumático, explica Nunes.

"Ficamos surpresos, porque achávamos que, quando a situação melhorasse, iríamos zerar os atendimentos. Mas não foi o que aconteceu. Muitas pessoas seguem em atendimento até hoje, não pudemos dar alta. E quem vai ocupar o lugar delas nos hospitais?"

A percepção de Nunes corrobora o que pesquisadores da Escola de Administração de Empresas da FGV-SP escutaram de profissionais de saúde pública do país, em rodadas de entrevistas que têm sido conduzidas desde abril de 2020. A mais recente foi publicada em outubro de 2021.

(Paula Adamo Idoeta, Da BBC News Brasil em São Paulo)

Novo pico em casos pega profissionais de saúde esgotados e desamparados Novo pico em casos pega profissionais de saúde esgotados e desamparados Reviewed by Ednaldo Júnior on 06:48 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade