Funcionário do MEC diz que pastores ‘organizavam a fila’ para liberar recursos da pasta

 

Bastidor vem à tona após ministro admitir favorecer líderes religiosos


Após o ministro Milton Ribeiro admitir, em áudio vazado, ter favorecido líderes religiosos com recursos do Ministério da Educação (MEC)a pedido do presidente Jair Bolsonaro, um funcionário da pasta revelou mais um bastidor relacionado ao caso.

Em entrevista à coluna de Malu Gaspar, no jornal O Globo, um nome do alto escalão do MEC que acompanhava o lobby dos evangélicos afirmou que além de organizar a agenda do ministro os pastores Gilmar Santos e Arilton Moura também “organizavam a fila” para liberar os recursos da educação para prefeituras.

Segundo a publicação, quando o dinheiro do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) – administrado por três partidos do centrão, PP, PL e Republicanos – demorava para chegar, os gestores municipais costumavam procurar os pastores, que intercediam e liberavam os valores em tempo recorde.

Ainda de acordo com a coluna, os líderes religiosos costumavam organizar grupos de prefeitos para encontros com o ministro.

Por bahia.ba

Funcionário do MEC diz que pastores ‘organizavam a fila’ para liberar recursos da pasta Funcionário do MEC diz que pastores ‘organizavam a fila’ para liberar recursos da pasta Reviewed by Ednaldo Júnior on 11:20 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade