PGR investiga se governo federal atrasou vacinação de crianças de propósito

 

Segundo a denúncia, Bolsonaro e Queiroga teriam retardado de forma intencional a aprovação para que esse público fosse vacinado



A Procuradoria-Geral da República (PGR) conduz uma investigação para averiguar se o governo federal atrasou o início da campanha de vacinação contra a Covid-19 do público infantil de propósito. A apuração foi aberta após o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), a deputada federal Tabata Amaral (PSB-SP) e o secretário municipal de Educação do Rio de Janeiro, Renan Ferreirinha (PSB), apresentarem uma petição ao Supremo acusando o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, de terem cometido o crime de prevaricação pela demora na vacinação de crianças de 5 a 11 anos.

Segundo a denúncia, Bolsonaro e Queiroga teriam retardado de forma intencional a aprovação para que esse público fosse vacinado, visto que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou que a vacina da Pfizer/BioNTech fosse aplicada em crianças em dezembro de 2021, mas o governo só permitiu o início da campanha de imunização infantil em janeiro deste ano.

Segundo a PGR, os fatos narrados contra o presidente e o ministro, bem como os elementos de informações apontados, “foram densamente analisados” pelo órgão. “Considerando que houve contestação às decisões de ordem técnicas emanadas do Ministério da Saúde, reputa-se pertinente o contraponto por seu representante. Determinou-se, assim, a comunicação ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para, querendo, se manifestar sobre os fatos noticiados”.

Por bahia.ba

PGR investiga se governo federal atrasou vacinação de crianças de propósito PGR investiga se governo federal atrasou vacinação de crianças de propósito Reviewed by Ednaldo Júnior on 18:42 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade