Mensagens mostram descontrole de agressor antes de atacar procuradora em SP

Foto: Divulgação

O comportamento agressivo do procurador Demétrius Oliveira Macedo, de 34 anos, preso por agredir sua chefe, já era notado há semanas por funcionários da prefeitura de Registro, no interior de São Paulo.

 

Em uma conversa obtida pelo G1, a agente administrativa Thainan Maria Tanaka chamou a procuradora-geral Gabriela Samadello Monteiro de Barros para avisar que Demétrius tinha entrado no escritório "transtornado".

 

"O doutor Demétrius acabou de vir aqui, era 17h33, a 'Pri' [funcionária] falou com ele: 'Voltou, doutor?', mas ele nem a respondeu. Foi direto na sua sala e, depois, enfiou a cabeça na sala da doutora Kátia. Veio para 'quebrar o pau', estava transtornado!", disse em um aplicativo de mensagens, no último dia 27.

 

Foto: Reprodução

 

A troca de mensagens também mostra que os funcionários tinham medo de Demétrius. Thainan informou à procuradora-geral que um dos colegas, identificado como Lucas, teria trancado a porta para evitar que Macedo entrasse no local. "Lucas trancou a porta. Estamos dando um tempo para sair. Veio seco atrás de vocês. Foi assustador", disse.

 

O procurador Demétrius Oliveira de Macedo, de 34 anos, foi preso na manhã desta quinta-feira (23), em São Paulo após a Justiça determinar a detenção dele. Ele foi flagrado espancando Gabriela Samadello Monteiro de Barros durante o expediente na prefeitura de Registro. A vítima das agressões tem 39 anos e também é procuradora.


Por: bahianoticias.com.br

Mensagens mostram descontrole de agressor antes de atacar procuradora em SP Mensagens mostram descontrole de agressor antes de atacar procuradora em SP Reviewed by Ednaldo Júnior on 11:26 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade