PF pediu quebra de sigilo telemático de Renan por suspeita de tráfico de influência

 

Pedido para quebrar sigilo do filho de Bolsonaro foi rejeitado pela Justiça Federal do Distrito Federal

Foto: reprodução Instagram


A Polícia Federal (PF) solicitou, no fim do ano passado, a quebra do sigilo telemático de Jair Renan Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro (PL), que é investigado por suspeita de tráfico de influência.

De acordo com informações do jornal O Globo, a medida tinha como objetivo ter acesso a dados, documentos e comunicações de Renan e outros suspeitos no caso, mas o pedido acabou rejeitado pela Justiça Federal do Distrito Federal.

Ainda segundo a publicação, com a quebra do sigilo, a PF poderia acessar e-mails, diálogos salvos em nuvem e outros tipos de arquivos que poderiam ajudar nas investigações. O juiz Ricardo Leite, substituto da 10ª Vara Federal do Distrito Federal, entretanto, entendeu que os elementos apresentados eram insuficientes para atender o pedido. Procurado pelo jornal, o magistrado afirmou que não se manifestaria porque o caso está sob sigilo.

A investigação da Polícia Federal apura suspeitas de que Renan intermediou tratativas com o governo federal. No decorrer da apuração, a PF obteve indícios de que a arquiteta responsável por projeto de reforma de escritório de Jair Renan pediu que um empresário fosse recebido por Bolsonaro. Foi a partir destas suspeitas, que a investigação pediu a quebra do sigilo.

Em depoimento à PF, Renan negou ter atuado para favorecer empresários dentro do governo federal e disse que seu nome foi usado por terceiros.

Por: bahia.ba

PF pediu quebra de sigilo telemático de Renan por suspeita de tráfico de influência PF pediu quebra de sigilo telemático de Renan por suspeita de tráfico de influência Reviewed by Ednaldo Júnior on 07:56 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade