PF diz que há ‘indícios suficientes’ de que Temer avalizou compra do silêncio de Cunha

Chefe do Palácio do Planalto, no entanto, é apenas citado no relatório da PF e não foi indicado porque detém foro privilegiado



Em relatório da Operação 'Cui Bono?', a Polícia Federal concluiu que há "indícios suficientes" de que o presidente Michel Temer (MDB) avalizou a compra do silêncio do ex-comandante da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (MDB).
O chefe do Palácio do Planalto, no entanto, é apenas citado no texto e não foi indiciado porque detém foro privilegiado. Para a PF, Temer incentivou a manutenção de pagamentos ilegítimos a Eduardo Cunha, pelo dono da JBS, Joesley Batista.
No acordo de colaboração premiada, o executivo afirmou ter feito pagamentos de R$ 5 milhões após a prisão de Cunha como saldo da propina de R$ 20 milhões relacionada à desoneração tributária do setor do frango.
Também narrou pagamentos mensais de R$ 400 mil em benefício de Lúcio Funaro. Joesley relata que Temer tinha ciência do negócio. Ao ouvir do dono da JBS sobre os pagamentos, o presidente teria dito: "Tem que manter isso, viu?"
PF diz que há ‘indícios suficientes’ de que Temer avalizou compra do silêncio de Cunha PF diz que há ‘indícios suficientes’ de que Temer avalizou compra do silêncio de Cunha Reviewed by Ednaldo Júnior on 07:16 Rating: 5

Nenhum comentário