As macaquices do PODEMOS

A Executiva Municipal do PODEMOS, agremiação política à qual é filiado o vereador José Gomes de Araújo, o Zezinho do INPS, estuda a possibilidade de expulsar o parlamentar dos seus quadros. O partido está descontente com o fato de o vereador ter desacatado a orientação da legenda de acompanhar o parecer do TCM na votação das contas do ex-prefeito Anilton Bastos.

Acontece que não há jurisprudência nem do STF nem do TSE através da qual o partido se arvore para expulsar o vereador e reivindicar seu mandato.

Zezinho não é um trânsfuga, ele apenas não acatou uma decisão do partido que, obviamente, não era compatível com a sua, então a legenda está procurando chifre em cabeça de cavalo.

O PODEMOS parece não conhecer o significado nem o valor da palavra alteridade, uma vez que confunde com austeridade e mostra-se irracional ao não aceitar a contraposição de ideia do seu afiliado.

Em tempos de incivilidade e falência da democracia, a atitude do PODEMOS flerta com a autocracia e dá margem ao vereador Zezinho defender-se com o seguinte pensamento de Henry Louis Mencken: “A democracia é a arte e a ciência de administrar o circo a partir da jaula dos macacos”.    
As macaquices do PODEMOS As macaquices do PODEMOS Reviewed by Ednaldo Júnior on 07:06 Rating: 5

Nenhum comentário