Ministério Público pede prisão preventiva do prefeito de Delmiro Gouveia


Procurador-geral da Justiça também pediu o afastamento dos cargos de 57 integrantes e ex-integrantes da gestão municipal

Ministério Público Estadual (MPE) pediu à Justiça a prisão preventiva do prefeito de Delmiro Gouveia, Eraldo Joaquim Cordeiro (PSD). De acordo com o site da região, Correio Notícias, o procurador-geral da Justiça de Alagoas, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, também pediu o afastamento dos cargos de 57 integrantes e ex-integrantes da gestão municipal, incluindo secretários e o chefe de gabinete. 
Além do prefeito, também foi protocolada a prisão preventiva de Marques, Kinho, Júnior Lisboa, Casa Grande e Marcos Costa, ex-secretário de governo Silvinho e do ex-vereador Valdo Sandes. A denúncia ofertada pelo Ministério Público de Alagoas (MPE/AL) está datada do dia 26 de setembro e é referente a investigação de um esquema de fraude de licitação que teria desviado cerca de R$ 20 milhões dos cofres da prefeitura.
Durante operação deflagrada Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), no dia 15 de março, vários documentos foram apreendidos durante cumprimento de mandados de busca e apreensão no prédio da prefeitura, nas secretarias municipais de Finanças e Administração, e na Comissão Permanente de Licitação da cidade.
De acordo com o MP, a operação buscou coletar provas sobre fraudes em licitação em diversos tipos de contratos firmados entre a Prefeitura de Delmiro Gouveia e empresas nas áreas de locação de veículos e maquinário, escritórios de contabilidade e de gerenciamento de contratos e prestadoras de serviço para aquisição de combustível e de produtos de laboratório.
Por Livia Leão | Portal Gazetaweb.com
Ministério Público pede prisão preventiva do prefeito de Delmiro Gouveia Ministério Público pede prisão preventiva do prefeito de Delmiro Gouveia Reviewed by Ednaldo Júnior on 16:59 Rating: 5

Nenhum comentário