por Matheus Fiore


“Abbey Road” é um dos mais aclamados e importantes álbuns da história da música. Lançado em setembro de 1969, o 11º disco dos Beatles foi o último grande marco antes do fim da banda, que se separou em abril de 1970. Agora, cinquenta anos depois, o Official Charts relata que o disco voltou ao topo das paradas britânicas, graças ao relançamento de uma nova versão remasterizada e com ensaios da banda.

O lançamento aconteceu justamente agora em setembro, quando a obra completou cinquenta anos de existência. Nas redes sociais, Paul McCartney comentou brevemente sobre o retorno ao topo, dizendo ser difícil acreditar que o “Abbey Road” ainda se mantém importante após todos esses anos.






It’s hard to believe that #AbbeyRoad still holds up after all these years. But then again it’s a bloody cool album... https://twitter.com/officialcharts/status/1180150849500323840 …


Antes do retorno de “Abbey Road”, o álbum que retornou ao topo com o maior espaço de tempo de seu lançamento foi também uma obra dos Beatles, o lendário “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band”, de 1967, que reascendeu a banda ao primeiro lugar também com um relançamento especial celebrando seu aniversário de cinquenta anos.
Além do sucesso nas paradas, o “Abbey Road” também foi o vinil mais vendido da semana, vendendo pouco menos de nove mil cópias. O retorno ao topo é não só um marco pelo alcance, mas por evidenciar como uma banda consegue manter-se relevante mesmo após quarenta anos de inatividade. Os Beatles são junto a artistas como Michael Jackson um dos conjuntos mais influentes da música, e feitos como esse reiteram a importância do quarteto de Liverpool para a história do meio.

Reviewed by Ednaldo Júnior on 16:40 Rating: 5

Nenhum comentário