PF prende servidores de INSS suspeitos de fraudes em Alagoas


A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (12), a fase ostensiva da “Operação Marechal” para desarticular uma quadrilha especializada em fraudes à Previdência Social. Servidores do INSS estariam entre os detidos pelos agentes federais.
De acordo com informações confirmadas pela PF-AL, o grupo especializou-se, mediante a falsificação de documentos e suborno de servidores públicos, em obter benefícios baseados na Lei Orgânica da Assistência Social, conhecido como LOAS, geralmente cedido para o amparo assistencial a idosos, e Pensão por Morte. Neste último caso, certidões de óbito eram adulteradas, modificando a data da morte do instituidor.

Durante a ação, foram encontrados nos endereços vistoriados cartões de benefício, identidades, fotos 3X4 de diversas pessoas, além de joias e celulares de alto padrão.

Foram expedidos, pela 1ª Vara Federal em Alagoas, 14 mandados de prisão (sendo 12 preventivas e 02 temporárias), além de 20 mandados de busca e apreensão. Os trabalhos foram desenvolvidos em parceria com o Setor de Inteligência do INSS.

A organização criminosa vinha atuando há vários anos, sendo que um dos componentes do grupo já havia sido preso na Operação CID-F, executada pela PF no ano de 2011. Esse suspeito foi condenado à época, mas não chegou a cumprir pena em regime fechado.
Além do servidor da Agência da Previdência Social (APS) de Marechal Deodoro, que foi preso preventivamente, a Justiça determinou o afastamento de outros três funcionários da Previdência, lotados em uma Agência de Maceió, onde fraudes também eram praticadas. 

PF prende servidores de INSS suspeitos de fraudes em Alagoas PF prende servidores de INSS suspeitos de fraudes em Alagoas Reviewed by Ednaldo Júnior on 04:23 Rating: 5

Nenhum comentário