Candidatos pelas presidências do Congresso apoiados por Bolsonaro prometem impedir CPIs

 

Dentre as CPIs que poderiam afetar o Palácio do Planalto, estão a das Fake News e a da Saúde; eleições acontecem na próxima segunda (1º)



Os candidatos pelas presidências da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL) e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), apoiados pelo presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), prometeram impedir comissões parlamentares de inquérito (CPI) que poderiam afetar o Palácio do Planalto. As informações são do jornal Estadão.

Dentre as CPIs desse tipo em curso, estão a das Fake News, que investiga o "gabinete do ódio" e filhos de Bolsonaro, e a da Saúde, que investiga a atuação do governo no combate à pandemia da Covid-19.

"Em qualquer matéria que tenha maioria, o debate será amplo, será democrático nesta Casa”, afirmou Lira, em relação ao que será feito em relação às comissões. Ele deixou claro, porém, que é contra a CPI da Saúde. “Esse assunto não pode ser motivo de embates políticos para trazermos para a discussão traumas, interrupções bruscas democráticas”, concluiu.

De acordo com a reportagem, Pacheco também é contra incentivar CPIs neste momento. O candidato, porém, não se manifestou sobre isso no Senado.

A eleição que vai renovar a cúpula no Congresso acontecerá na próxima segunda-feira (1º). Lira e Pacheco têm o apoio do presidente e com uma articulação política do Planalto, que promete cargos em troca de votos aos candidatos.


Candidatos pelas presidências do Congresso apoiados por Bolsonaro prometem impedir CPIs Candidatos pelas presidências do Congresso apoiados por Bolsonaro prometem impedir CPIs Reviewed by Ednaldo Júnior on 08:55 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade