Artigo que viralizou com adjetivos a Bolsonaro ganha versão nordestina

Olímpio Rocha usou as redes para divulgar o seu texto e afirmou que é "uma obra em aberto, tal qual uma Pietá dos palavrões"; outro internauta criou uma versão com os nomes de jornalistas e empresas que apoiaram a eleição do presidente 



Olímpio Rocha, que é advogado e foi candidato do à prefeito de Campina Grande (PB), em 2020, pelo PSOL, divulgou nas redes um texto com adjetivos nordestinos para definir o presidente Bolsonaro.

O texto, que viralizou nas redes, é uma paródia da versão de Mariliz Pereira publicada na Folha de S. Paulo, onde a jornalista usa adjetivos sudestinos para compor a imagem de Bolsonaro.

“Por Olímpio Rocha

Abigobal. Zé Mané. Zé Ruela. Abestalhado. Otário da bocona. Mané de bota. Chupa-cabra. Cri-cri. Malassombro. Mequetrefe. Frouxo. Rascunho do mapa do inferno. Fi dum que ronca e fuça. Fi da peste. Orelha seca. Pangaré. Catingoso. Fedorento. Peidão. Mistura de jabaculê com cobra d’água. Cara de tabaco. Tabacudo. Zarolho. Ratoeira. Requengelo. Malacabado. Xexeiro. Infeliz das costa oca. Cão dos inferno. Cachorro da moléstia. Sapo cururu. Chibata. Carai de asa. Asilado. Sibito baleado. Bocoió. Cara de fuinha. Mamulengo. Piranqueiro. Amarrado. Bicho véi leso. Catarrento. Arengueiro. Zambeta. Zureta. Xoxo. Peste bobônica. Bexiga lixa. Bexiga taboca. Goguento. Cara de butico. Bexiguento. Troncho. Sobejo. Afolosado. Batoré. Bisonho. Brebote. Espinhela caída. Fuleiro. Folote. Fubento. Malamanhado. Miolo de pote. Fi duma égua. Mundiça. Roscói. Truscui. Despombado. Inhaca. Cambão. Encangado com Satanás. Gabiru. Mazela. Gasguito. Gastura no pé do bucho. Bucho de soro. Não tem no cu o que o priquito roa. Catrevagem. Do tempo do ronca. Doido bala. Catraia. Cão chupando manga. Febre do rato. Febre tife. Não vale um cibazol. Besta amojada. Desmilinguido. Peitica. Ingembrado. Não dá um prego numa barra de sabão. Preguento. Presepeiro. Frangueiro. Topada no dedo mindinho. Cancro. Bicho véi paia. Donzelo. Cruzeta. Apombaiado. Peba. Fuleiragem. Aluado. Cu de novelo. Cu de boi. Miguezeiro. Cabrunco. Farrapeiro. Rafamé. Alma sebosa. Bocó. Mancoso. Morgado. Cabra bom de peia. Mouco das oiça. Bom pra rebolar no mato. Ariado. Bate fofo. Entojo. Abilolado. Xeleléu. Visagem do capeta. Velhaco. Tamborete de cabaré. Sem futuro. Saliente. Seborreia. Pomba lesa. Empata foda. Perebento. Ferida lambida. Papangu. Monga. Laurça. Buchada azeda. Maluvido. Grudento. Langanho. Juda. Garapeiro. Fi do cranco. Fi da gota serena. Fiofó de macaco. Resto de sulanca. Encruado. Cheio de verme. Engilhado. Encardido. Enjeitado. Cabuêta. Jaburu. Caxumbeiro. Virado no satanás. Aperreio no juízo. Filhote de lombriga. Marmota. Não vale o peido duma jumenta. Babão de milico. Papa-figo. Véi do saco. Cafuçu. Garapeiro. Inferno da pedra. Mói de chifre. Quentura do pingo da mei dia. Remelento. Rola-bosta. Genocida”.

Depois da versão nordestina, o internatura Fabio Venturini criou uma versão do texto apenas com jornalistas da “escolha difícil”. Intitulado de “Bolsonaro substantivo”, o teto é composto com nome de profissionais da comunicação que classificaram Haddad como um equivalente do atual presidente.

“Bolsonaro substantivo

Por Fabio Venturini

Mirian Leitão. Merval Pereira. Carlos Alberto Sardenberg. Guga Chacra. Marco Antônio Villa. Josias de Souza. Vladimir Neto. Claudio Tognolli. William Bonner. Boris Casoy. Alexandre Garcia. Caio Copola. José Luis Datena. Ratinho. Rede Globo. TV Globo. O Globo. Rádio Globo. Editora Globo. CBN. Globo News. Band News. Record News. Bandeirantes. Record. SBT. Rede TV. RBS. O Estado de S Paulo. Folha de S. Paulo. UOL. Terra. Agora SP. CNN. Jovem Pan. Editora Abril. Istoé. Veja. Valor Econômico. Gazeta do Povo. Rachel Sheherazade. Augusto Nunes. Ricardo Brandt. André Guilherme. Flavio Ferreira. Joice Hasselmann. Thaís Oyama. Ricardo Amorin. Diogo Mainardi. Monica Waldvogel. Eliane Cantanhêde. Fabio Wajngarten. Gerson Camarotti. Lucas Mendes. Arnaldo Jabor. Luís Ernesto Lacombe. Leda Nagle. Marcelo Tas. Luiz Felipe Pondé. Caio Blinder. Pedro Andrade. Sylvia Colombo. Sikêra Júnior. Vicente Datena. Marcão do Povo. Milton Neves. Ruy Castro. Ali Kamel. Rodrigo Constantino. Leandro Narloch. Cesar Tralli. Cristiana Lobo. William Waack. Felipe Moura Brasil. Pedro Bial. Pedro Dória. Joel Pinheiro. Mara Luquet. Natuza Nery.
Vera Magalhães. Mariliz Pereira Jorge”.

Artigo que viralizou com adjetivos a Bolsonaro ganha versão nordestina Artigo que viralizou com adjetivos a Bolsonaro ganha versão nordestina Reviewed by Ednaldo Júnior on 07:33 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade