“Queriam me transformar em outra pessoa, numa pessoa que eu não sou”. Jornalista conta detalhes de bastidores após sua demissão da Record

Mariana Martins
Mariana Martins

Em seu Instagram, a jornalista Mariana Martins fez um desabafo sobre sua demissão da RecordTV. A apresentadora, que comandava o ‘Balanço Geral Manhã’, acusou a emissora de assédio moral no trabalho e disse que foi demitida sem receber nenhuma justificativa.

Antes de receber o comunicado de desligamento, Mariana foi constrangida em uma reunião com diretores da emissora.

“Me levaram para uma reunião com várias pessoas. Foram apresentados números de audiência, que a emissora perdeu o público C, que é o público alvo da Record, e ganhou AB, que migra muito. Só que eles não percebem, e o que tentei argumentar, é que a culpa não é das pessoas, da Mariana. Colocaram nessa reunião várias fotos das minhas redes sociais, de biquíni, de viagem, me constrangendo. Dizendo que eu tinha que transformar meu Instagram em outro. Eu tinha que ser outra pessoa. Cheguei a ouvir de uma mulher que talvez meu jeito de andar não era certo, que eu sensualizava na hora de falar. Eu sensualizar no jornal, sendo que não sensualizo nem aqui?”, disse Mariana.

A jornalista explicou que a RecordTV continuamente maltrata seus funcionários, e afirmou que viveu muitas situações absurdas.

“A pressão pela audiência não pode maltratar e nem coagir o funcionário. Eu vivi várias situações de constrangimento, em que deixaram claro que queriam me transformar em uma pessoa que não sou. Foi muito preconceito, machismo. Colocaram as redes sociais de uma jornalista de São Paulo dizendo que eu tinha que ser daquele jeito. O que fideliza o público é ver a denúncia dele no ar, não a calça que eu uso, como eu falo”.