Wagner Moura: Bolsonaro é um personagem conectado ao esgoto da história brasileira

Ator baiano estará na segunda (25) em Salvador para a pré-estreia do filme no qual vivencia o guerrilheiro comunista Carlos Marighella


Às vésperas do lançamento de "Marighella" nos cinemas, o ator Wagner Moura disse, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, que Bolsonaro veio do esgoto da história brasileira. "Eu costumo dizer que a vitória do Bolsonaro nas eleições foi trágica, mas pedagógica. Esse cortejo de mediocridade que vem atrás dele mostra que o Bolsonaro não é um alien, não veio de Marte. Ele é um personagem profundamente conectado ao esgoto da história brasileira, que nos mostra que o Brasil não é só um país de originalidade, de beleza, de potência, de diversidade, de biodiversidade", declarou.

"O favor que o Bolsonaro nos fez foi revelar esse outro Brasil, que estava camuflado; foi nos mostrar que nós também somos um país autoritário, violento, racista, de uma elite escrota. O Brasil é um país que nem é mais uma piada internacional. Quando os estrangeiros vêm falar com a gente, eles falam com pena. Agora nós temos que enfrentar isso", acrescentou Moura, que estará na segunda (25) em Salvador para a pré-estreia do filme no qual vivencia o guerrilheiro comunista que lutou contra a ditadura militar.

A exibição, para convidados, será no Teatro Castro Alves (TCA), no Campo Grande, às 20h.(Metro1)


Wagner Moura: Bolsonaro é um personagem conectado ao esgoto da história brasileira Wagner Moura: Bolsonaro é um personagem conectado ao esgoto da história brasileira Reviewed by Ednaldo Júnior on 07:47 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade