Bolsonaro defende autoteste de Covid, após minimizar ômicron

 


O presidente Jair Bolsonaro (PL) utilizou as redes sociais neste domingo (16) para defender o uso da autotestes para diagnosticar a Covid-19. Na útima semana, o Ministério da Saúde solicitou a liberação do método à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Apesar de ser uma medida popular na Europa e outros países, o autoteste ainda não é permitido no Brasil, apenas as farmácias e laboratórios realizam os exames, que são feitos com a coleta de material no nariz usando cotonete ou por saliva.

Segundo Bolsonaro, o governo federal pretende possibilitar que os exames sejam disponibilizados em farmácias, drogarias e outros estabelecimentos de saúde para que os cidadãos interessados em comprar o produto tenham acesso a ele e consigam realizar o diagnóstico em casa. 

O presidente, no entanto, minimizou a presença da variante ômicron do coronavírus no país. Na última quarta-feira (12), Bolsonaro disse que a Ômicron “não tem matado ninguém” e que ela é “bem-vinda” no Brasil, “segundo pessoas estudiosas”.(metro1.com.br)

Bolsonaro defende autoteste de Covid, após minimizar ômicron Bolsonaro defende autoteste de Covid, após minimizar ômicron Reviewed by Ednaldo Júnior on 06:08 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade