Senador diz que vai pedir auditoria ao TCU sobre gastos de Bolsonaro com cartão corporativo

 

Fabiano Contarato classificou gastos do presidente como ‘altíssimos e superando seus antecessores’



Recém filiado ao PT, o senador capixaba Fabiano Contarato anunciou que irá recorrer ao Tribunal de Contas da União (TCU) para solicitar uma auditoria dos gastos do presidente Jair Bolsonaro (PL) com os cartões corporativos.

“Vou acionar o TCU para que faça ampla auditoria dos gastos de cartão corporativo do presidente da República, que estão altíssimos e superando seus antecessores, enquanto falta comida na mesa dos brasileiros”, declarou Contarato, em sua conta no Twitter, nesta segunda-feira (31).

“Em 2021, as despesas somaram quase R$ 12 milhões. Cabe ao TCU, por força constitucional, a apreciação das contas de Bolsonaro e do bom uso de recursos públicos. Transparência e investigação já! Tenho projeto para evitar abuso no uso desses cartões”, acrescentou o parlamentar, lembrando que em 2020 já havia pedido auditoria das contas do presidente. “Irregularidades não podem ser permitidas”, concluiu.

A manifestação do senador ocorre após uma reportagem do jornal O Globo apontar que até dezembro de 2021 os gastos do presidente com os cartões já somam R$ 29,6 milhões e ultrapassam valores das gestões de Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (MDB), juntos.

Por bahia.ba

Senador diz que vai pedir auditoria ao TCU sobre gastos de Bolsonaro com cartão corporativo Senador diz que vai pedir auditoria ao TCU sobre gastos de Bolsonaro com cartão corporativo Reviewed by Ednaldo Júnior on 09:13 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade