Renan sai em defesa do Moraes, após Bolsonaro criticar ministro por bloqueio do Telegram

 

Senador afirmou que ‘o Brasil não é terra sem lei’ e disse que o ‘desespero de Bolsonaro explica muita coisa’

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) saiu em defesa do Supremo Tribunal Federal (STF), neste sábado (19), após o presidente Jair Bolsonaro (PL) criticar a Corte pelo bloqueio do Telegram no Brasil, autorizado pelo ministro Alexandre de Moraes a pedido da Polícia Federal.

“O STF tem sido um altivo guardião da Constituição e o ministro Alexandre de Moraes um atento fiscal da legalidade nas redes sociais. O Brasil não é terra sem lei, como o Telegram imaginou ao ponto de ignorar a Justiça brasileira”, declarou o parlamentar em sua conta no Twitter. “O desespero de Bolsonaro explica muita coisa”, acrescentou Renan, alfinetando o presidente, cuja campanha vem migrando do WhatsApp para o Telegram, onde tem muita força, por conta da menor moderação do aplicativo russo.

 Na noite desta sexta-feira (18), o presidente classificou como “inadmissível” a decisão de Moraes de suspender o Telegram no Brasil. “É inadmissível uma decisão dessa natureza. Porque não conseguiu atingir duas ou três pessoas que na cabeça dele deveriam ser banidos do Telegram, ele atinge 70 milhões de pessoas”, disse o mandatário em evento em Rio Branco (AC).

No mesmo dia, o fundador do aplicativo, Pavel Durov, pediu desculpas ao STF por não ter respondido às demandas da Justiça brasileira, solicitou mais tempo e apelou para que o Supremo reconsidere a decisão de suspensão.

Por bahia.ba

Renan sai em defesa do Moraes, após Bolsonaro criticar ministro por bloqueio do Telegram Renan sai em defesa do Moraes, após Bolsonaro criticar ministro por bloqueio do Telegram Reviewed by Ednaldo Júnior on 14:04 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade