Falta de pagamento de contas de água e luz bate recorde em março

 

Segundo a Serasa, o percentual de inadimplência no segmento foi de 23,2%, o maior para o mês dos últimos quatro anos.


Divulgação

A inadimplência no pagamento de serviços básicos, como água e luz, bateu o recorde em março deste ano. Segundo a Serasa, o percentual foi de 23,2%, o maior índice para o mês dos últimos quatro anos. O número representa um aumento de quatro pontos percentuais em relação ao mesmo período de 2019.

São mais de 37 milhões de faturas atrasadas no segmento. A alta do valor da energia elétrica e dos alimentos tem pressionado a renda das famílias. Em janeiro deste ano, os calotes em serviços básicos bateram recorde geral – o percentual foi de 23,7%, o maior de toda a série histórica iniciada em janeiro de 2018.

A falta de pagamento de juros a bancos e cartões de crédito lidera o ranking das dívidas em março, com 28,17%, mas o segmento não teve um aumento acentuado como o das contas básicas. Em relação a março de 2019, cresceu um ponto percentual.

A inadimplência como um todo no Brasil está no terceiro mês de alta seguida, próxima à registrada no pico da pandemia de Covid-19, que foi em abril de 2020. Em março deste ano , 65,6 milhões de pessoas não conseguiram pagar as contas em dia.

Para o gerente da Serasa Thiago Ramos, a alta das dívidas é um reflexo do momento atual. "O cenário econômico tem alguns indicadores que apontam para uma perspectiva de alta dessa tendência de inadimplência, e as contas básicas não são diferentes", afirma.

Fonte: R

Falta de pagamento de contas de água e luz bate recorde em março Falta de pagamento de contas de água e luz bate recorde em março Reviewed by Ednaldo Júnior on 07:20 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade