Ultimas Postagens
.

quinta-feira, 15 de março de 2012

Para vereadores da situação mulher não tem valor




Ao não participarem da sessão solene em homenagem às mulheres, ocorrida na noite da última quinta-feira, dia 8, os vereadores da bancada da situação excluíram duplamente não apenas as mulheres que ali se encontravam presentes, mas todas as pauloafonsinas. Primeiro porque as enxergam circunscritas ao jugo masculino, segundo porque ignoraram o salutar direito destas bravas mulheres compartilharem com a sociedade suas conquistas e suas histórias.
É óbvio que a ausência dos citados parlamentares jamais ofuscaria o brilho de tão bela homenagem, aliás, até ajudou, pois seus assentos albergaram inúmeras autoridades que ali se apresentaram.
Que bom seria se os nobres vereadores ausentes se espelhassem na simplicidade da agricultora Dona Zizi, uma das mulheres homenageadas, que através de uma maneira fraternal de enxergar o mundo disse que, “nossa vida se baseia na esperança, na fé e no amor”.
Sábias palavras de uma pessoa que não possui qualquer formação acadêmica, mas que tem muito a ensinar a pessoas que se alimentam da mesquinhez, arrogância e prepotência e, ainda assim, se autoproclamam representantes dos anseios populares.
Não se pode ignorar o papel da mulher como agente histórico na formação, por assim dizer, do mundo contemporâneo. Os vereadores que não quiseram homenagear as mulheres em tão bela sessão solene subestimaram, no mínimo, sua influência política e social.
Seria radical da minha parte conceituar a atitude dos vereadores - que não quiseram homenagear as mulheres - de misógina, mas é inevitável não entender tal intento como desrespeito, como uma ação destituída de razão e de senso.
Durante a sessão que homenageou as mulheres houve também a entrega de títulos de cidadã pauloafonsina. Tomadas de grande emoção, Edvalda Aroucha, presidenta da ONG AGENDHA, Drª Mirela Santana Matos Ventura, delegada regional da Delegacia da Mulher (DEAM) e Drª Isabel Cristina de Oliveira, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Subseção Paulo Afonso, agradeceram por tão excelsa homenagem.
Demonstrando tamanha importância do evento e da homenagem, Drª Isabel Cristina disse que nada a envaideceu mais na vida do que a homenagem que recebera ao passo que Edvalda Aroucha ressaltou que uma filha deve ter gratidão sempre pela Terra Mãe que lhe acolheu. Ao que parece, gratidão só não houve mesmo por parte dos vereadores que fizeram questão de não comparecer a tão majestosa homenagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Traduzido Por: Mais Template - Designed By