Ultimas Postagens

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Servidores da Casal e sindicalistas fazem ato contra a privatização


 Panfletos foram entregues a condutores e pedestres que passavam pelo local 

Servidores da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) fizeram uma mobilização, na manhã desta quinta-feira (30), como forma de protesto contra a privatização das companhias de saneamento em todo o país. O ato foi realizado nas imediações da sede da Casal, no centro de Maceió. 
Durante o ato, panfletos foram entregues aos condutores e pedestres que passavam pelo local. O objetivo foi chamar a atenção para as mudanças na legislação que podem acarretar na venda das companhias. 
"Existe a Lei 1145 que universaliza saneamento e água, porém há uma medida provisória [MP844 de 2018] que modifica esta lei e entrega o serviço para o setor privado", conta Marcos Moura, integrante do Sindicato dos Urbanitários. 
Junto com a panfletagem, os servidores também estão fazendo um convite para que a população participe de uma audiência que vai discutir o assunto na Assembleia Legislativa do Estado (ALE) nesta quinta-feira, a partir das 14h. Lá, os servidores e sindicalistas pretendem debater sobre as consequências da venda das companhias para a população. 

"Com a privatização, os serviços vão ficar mais caros. Só os ricos vão ter acesso à água e os preços vão subir", relata Marcos Moura. 
Além dos servidores e dos membros do Sindicato dos Urbanitários, também participam do ato integrantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e do Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas (Sinteal). 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Traduzido Por: Mais Template - Designed By