Servidores do Banco Central ameaçam também entregar cargos

 

A exemplo do que ocorre na Receita Federal, gesto é um protesto contra a não concessão de reajuste salarial em 2022



Servidores do Banco Central sinalizam a possibilidade de também entregarem seus cargos em protesto contra a ausência de reajuste salarial por mais um ano. No orçamento da União para 2022, apenas categorias das áreas de segurança foram contemplados com recursos para o aumento salarial. “Estamos descontentes, pois o reajuste deveria ser para todo mundo, até porque a inflação atingiu todo mundo”, relatou o presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal), Fabio Faiad.

O movimento na autoridade monetária é semelhante ao que já acontece na Receita Federal, onde quase 400 ocupantes de cargo de chefia entregaram suas funções. Outro ponto de insatisfação é o fato de o Ministério da Economia ter perdido recursos no próximo ano para o governo poder reajustar a remuneração na área policial. Uma assembleia na Receita está agendada para esta quinta-feira (23). As duas categorias ameçam até entrar em greve. Com informações da Metrópoles

Servidores do Banco Central ameaçam também entregar cargos Servidores do Banco Central ameaçam também entregar cargos Reviewed by Ednaldo Júnior on 05:59 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade